31
Mai 10

Alguém pode avisar o duque de Bragança que em Portugal temos uma república - ainda que não seja das melhores - e não uma monarquia?
Tenho pena do Duarte, coitado. Sinto que ele é como aquele homem cego do poema de Rafael León: "Que agita o seu lenço chorando, sem se dar conta de que o comboio, faz já tempo que partiu."

publicado por aboia às 11:41

28
Mai 10

Não é que, para meu espanto, eu escrevo a palavra «grávido» no word, e a palavra existe?!

A sério, experimentem lá.

Estava mesmo para fazer uma piada que envolvia «sacanagem» e «José Castelo Branco», mas achei melhor não. Por uma questão de coiso.

publicado por aboia às 19:21

27
Mai 10

Porque é que, nas histórias, as pessoas tendem sempre em dizer: «casaram e tiverem filhos»?

Aliás, penso que não se deve dizer estas coisas, principalmente às crianças. A coisa pode correr mal.

Pode muito bem acontecer um menino estar a "brincar" com uma menina (pura inocência da juventude), e não usarem os devidos métodos de precaução.

- Não é preciso. Nós não casámos, logo não há motivo para preocupação. - Diz um deles.

Depois acontece um fenómeno muito giro da natureza que é: deitam-se dois, acordam três.

publicado por aboia às 12:30

25
Mai 10

Lá fora a cidade já dorme. Eu não. Mas gostava. Gostava porque não existe nada mais inocente do que estarmos inconscientes, privados dos nossos sonhos, e com aquilo que apenas se poderá sentir ao acordarmos no dia seguinte quando cairmos na realidade.

No fundo, o que distingue a realidade do sonho, não é o quê - é quem. E esse quem, é o Homem. Esse grande bóia.

publicado por aboia às 01:21

23
Mai 10

Há uns dias fui vítima daquilo que se pode chamar o cúmulo da estupidez e da anormalidade do português.
De volta e meia lá gosta muito o português de estacionar em cima do passeio, (aposto que metade dos condutores portugueses nem sabe que é proibido), mas chegar ao ponto de eu estar a andar em cima do passeio e ter que me desviar para a estrada porque um parvalhão que está a conduzir um jipe está a querer estacionar onde eu estou a querer andar - no passeio -, penso que é o expoente máximo da parvoíce e da falta de educação que uma pessoa pode atingir.
Estive para lhe chamar besta quadrada, mas isso ia fazer com que eu descesse ao nível dele, por isso fiquei calado.
Ainda me continuam a não dar razão quando digo que somos um povo em que, em cada dois, um é leigo e o outro é imbecil?

publicado por aboia às 22:53

22
Mai 10

Se o Rock in Rio é por um mundo melhor, o que é que os DZRT lá vão fazer?

Terrorismo no Parque da Bela Vista!

publicado por aboia às 15:34

21
Mai 10

A grandeza humana só se distingue da pequenez humana porque eu existo, e tu também.

publicado por aboia às 18:13

20
Mai 10

Existem dois coelhos extremamente bóias e que são bastante conhecidos: o coelho da Páscoa e o coelho do Nesquick.

Coelho da Páscoa: Vocês já viram algum coelho pôr ovos?

Coelho do Nesquick: Vocês já viram algum coelho dar leite?

 

 

 

publicado por aboia às 16:22

18
Mai 10

Existe uma bóia muito característica das pessoas, que é aquela coisa do «podia ter sido pior.»

Nós guiamo-nos sempre pelo pior exemplo, ao invés de seguirmos o melhor.

Entre estudantes esta bóia está presente muitas vezes: Um aluno vê a nota do exame e fica a saber que tirou um 5 (de 1 a 20). A primeira coisa que faz é verificar se houve uma nota mais baixa.

"O António Jorge teve um 2", ouve-se dizer. E lá ficamos mais descansados porque houve alguém que foi inferior a nós.

A média das coisas que fazemos e dos resultados que obtemos é feita a partir do pior resultado. Porquê?!

publicado por aboia às 15:23

17
Mai 10

Como se não bastasse um, agora temos dois primeiros-ministros: Sócrates e Passos Coelho.

Ninguém me tira da cabeça que se deitam os dois. E não é para falar de política.

publicado por aboia às 13:17

16
Mai 10

 

...  Aqui

publicado por aboia às 02:30

14
Mai 10

Como já toda a gente sabe, os impostos vão aumentar em Portugal. E o mais triste é a não revolta dos portugueses. Porque neste país «deixa-se tudo andar» e ninguém quer saber.

Quando houve aquelas manifestações em Lisboa por parte dos professores, isso é um exemplo daquilo que tem de ser feito. E ainda mais forte deveria ter sido - a ministra deveria ter medo de sair à rua.

Aliás, os políticos deveriam ter medo dos cidadãos; e não o contrário.

Só daqui a uns meses, quando jogar a selecção, é que os portugueses serão "patriotas". É triste, mas é verdade.

publicado por aboia às 12:52

13
Mai 10

E como não se fala de outra coisa - até pararam o país - dedico as próximas linhas ao primaço Bento dezasseis.

Eu tive oportunidade para ir visitar o Papa. A sério que tive. Mas ontem vi na televisão uma criança de doze anos ser morta a tiro, e então, fiquei demasiado contente para o estado de espírito que a visita ao Papa exige.

E mesmo que isso não tivesse acontecido, duvido que a minha mãe me deixasse ir: Ela sempre me disse para eu me afastar dos homens que usassem anéis e saias.

O pior disto tudo é que hoje eu vou ter que sair de casa pela janela. Sucede que bloquearam a entrada do prédio onde vivo por causa da visita do Papa a Portugal.

publicado por aboia às 14:05

12
Mai 10

É o resultado de uma brincadeira feita entre amigos.

 

publicado por aboia às 17:18

11
Mai 10

O despertador toca. Nem me dou ao trabalho de ouvi-lo. Felizmente, tem um modo qualquer de segurança que garante que não vai tocar outra vez. Como é bom boiar na cama.

publicado por aboia às 12:08

A Bóia
Uma vez que o livro " A Vida é uma Bóia " vendeu mais do que dois exemplares, decidi que «A Bóia» deveria ter um blog. Mas como isso dava trabalho, deixei a ideia de lado. Hoje, como esteve um bom dia de sol, decidi ficar em casa em frente ao computador. E foi então que decidi ir buscar a tal ideia que tinha ficado de lado. Sejam bem-vindos ao blog da Bóia.
arquivos
2010

Você Sabia Que?
Esta frase não serve rigorosamente para nada, ou seja, está aqui a boiar.
subscrever feeds
Bóias Visitadas
Bóias que visitaram
pesquisar
 
blogs SAPO